BANNER TOPO #1

BANNER TOPO #1

BANNER TOPO #2

BANNER TOPO #2

CRÍTICA | HOUSE V - 2 º EPISÓDIO

House V - 2 º Episódio 
Direção de marshe.ban
Roteiro de marshe.ban
Crítica de @David321@

    marshe.ban conhece a formula para uma boa produção e House V é o exemplo claro disso.
(Esta critica contem spoilers)
A história de House V ronda em torno da família cheia de mistério e segredos. 
Com uma mãe bastante problemática, uma filha mal amada, um filho instável, uma governanta misteriosa e um pai louco no qual maior parte do seu tempo se encontra fechado na sua garagem ensinando o seu "monstrinho", uma aberração criada pelo mesmo a partir de órgãos de outras pessoas, a falar e a comportar-se. Mas o que Ludovico (o pai dessa família) não sabe é que, durante a noite, a sua criação saí ao mundo exterior causando o caos e assassinando quem encontrar primeiro. Repetindo apenas a única frase que consta no vocabulário que Ludovico lhe ensinou, " olá amigo".

No primeiro episódio de House V, marshe.ban ofereceu-nos um iniciar de série bastante interessante e aliciante que nos  deixou com um gostinho de um próximo episódio, e  o mesmo não desiludiu, entregando-nos um segundo episódio redondo e ainda mais incrível e misterioso que o primeiro.

Começando por avaliar o roteiro damos de caras com algo bastante bem estruturado. Com uma historia muito interessante e um vocabulário muito rico o diretor consegue fazer com que a historia não entre em um cliché revelando-nos bastante sobre alguns dos personagens mais misteriosos, como no caso da governante Santana cujo passado é revelado e ficamos a saber que a mesma tem um irmão que denunciou os seus hábitos estranhos de se banhar em sangue ,que a mesma garante ser sangue de animais mortos e não de pessoas, como forma de se rejuvenescer. Sabemos também que o mesmo o fez por vingança por no passado a sua irmã (Santana) não ter sido gentil com ele, mas não nos é explicado que mal fez Santana ao irmão para o mesmo a ter denunciado.Temos também uma cena bastante interessante entre Ludovico e a sua criação onde o mesmo o ensina a comer e a beber tratando-o como se fosse um filho enquanto  que ,por outra perspectiva, Vicky (a esposa de Ludovico) e Ron (o filho do mesmo) conversam sobre se "verem livres" de Ludovico para receberem o seguro e se estabilizarem financeiramente. 
E são essas pequenas coisas que deixam a história de House V ainda mais curiosa e interessante.

Na parte técnica não existe nada de mal a apontar notando-se uma grande diferença se comparado com o primeiro episódio, tirando um pequeno erro na legenda no momento em que Ludovico e Santana se conhecem, o restante episódio está excelente com o uso de chroma key bem executado, transições notáveis e cenas muito bem iluminadas que nos dá a sensação que estamos dentro do episódio vivendo o drama e o suspense que caracterizam House V. Um exemplo de algo bastante utilizado pelo diretor no qual o mesmo se deu bastante bem é no uso de flashbacks para retratar coisas do passado, o diretor soube colocar esses flashbacks no momento certo e o resultado está a vista de todos. 
O diretor também deu cartas na parte artística com visuais e cenários notáveis  brincando muito com as perspectivas dos mesmos o que deu um toque de beleza visual no resultado final das cenas. O diretor deve ter apenas atenção em tentar explorar mais os cenários em episódios futuros 

Avaliando a trilha sonora utilizada o diretor consegue fazer dela um dos pontos mais fortes do episódio, com encaixes perfeitos e transições bem executadas o diretor faz com que a trilha ajude e muito a passar as sensações de cada cena, principalmente nas partes com mais suspense! 

O diretor conhece bastante bem a formula para uma boa produção e o resultado é visível aos olhos de todos, tornando House V uma das séries mais bem sucedidas do mesmo. 

 Excelente
Leia outras notícias relacionadas da Pixel Live
Leia outras Críticas

0 comentários:

Postar um comentário